NOTÍCIAS

Com gol de Caio Dantas, Boavista supera o Fluminense

Fluminense e Boavista se enfrentaram na noite deste sábado (1º), no Maracanã, pela quinta rodada da Taça Guanabara. Com gol de Caio Dantas, o Verdão de Saquarema superou o Tricolor das Laranjeiras por 1 a 0. A vitória deixa a equipe da Região dos Lagos com o pé na semifinal, já que ela lidera o Grupo A com 10 pontos. Já o Flu, primeiro colocado no Grupo B, estacionou nos 12 pontos e perdeu o 100% de aproveitamento que tinha neste início de temporada.
 
Na próxima rodada, o Fluminense tem o Clássico Vovô com o Botafogo pela frente, no Maracanã. Enquanto o Boavista recebe o Volta Redonda no Elcyr Resende. Ambas as partidas acontecem no domingo (9), às 16h, e contam com a cobertura em tempo real do Placar FutRio.
 
Primeiro tempo sem brilho técnico de ambas as partes

O duelo demorou para esquentar no Maracanã. A primeira chance só foi construída aos 25 minutos, quando o Fluminense chegou ao ataque com uma rápida troca de passes e Yago Felipe tabelou com Felippe Cardoso, que ficou de cara com Kléver, mas acabou finalizando em cima do goleiro. A resposta do Boavista veio logo em seguida, quando Michel recebeu na entrada da área e bateu colocado para a defesa de Muriel.
 
Entretanto, o ritmo da partida voltou a cair e pouca coisa foi vista na reta final da etapa inicial. O Tricolor até tentou voltar ao ataque aos 44 minutos, quando Miguel lançou Gilberto em cruzamento na altura da segunda trave, mas o lateral-direito acabou cabeceando rente à trave de Kléver.

Caio Dantas marca pela segunda rodada seguida e comanda vitória do Boavista
 
Na etapa complementar, o Boavista calou o Maracanã antes até do que a parada técnica. Na marca de 13 minutos, Wellington Silva acionou Jefferson Renan pela direita e o meia passou como quis por Orinho, foi até a linha de fundo e tocou para Caio Dantas pegar de primeira e estufar as redes de Muriel, abrindo o placar. O Verdão quase ampliou na jogada seguinte. Douglas Pedroso efetuou um cabeceio após receber cruzamento, o goleiro tricolor defendeu e, no rebote, Éverton Silva chutou e Digão apareceu para salvar o Fluminense.
 
Para tentar dar novos ares ao time, Odair Hellmann promoveu a entrada de Nenê e o meia renovou as esperanças da torcida tricolor. Primeiro, aos 30 minutos, o experiente jogador recebeu um passe de Miguel e finalizou para fora. Minutos depois, ele cobrou falta com muito capricho, mas Kléver apareceu para espalmar com a ponta dos dedos. Com o tempo como melhor aliado, o Boavista segurou a vantagem e pôde comemorar no apito final.

 

Outras Notícias